Mushoku Tensei: Isekai Ittara Honki Dasu é uma série de light novel japonesa de Rifujin na Magonote sobre um homem desempregado e desesperado que reencarna em um mundo de fantasia enquanto guarda suas memórias, determinado a viver sua nova vida sem arrependimentos. O anime ficou nas mãos do estreante Studio Bind, com direção de Manabu Okamoto, o design de personagens é de Kazutaka Sugiyama, a produção é da EGG FIRM.

E vou dizer com todas as letrinhas: LINDO! Ver o quanto um anime pode ser bom com traços em 2D, num ano aonde a entrega rápida faz com que os estúdios de animações optem por 3D, é excepcional.

Mushouku foi o pioneiro do gênero Isekai (reencarnação) no Japão, colocar nas mãos de um estreante era um risco muito grandioso de dá errado. Por outro lado, o anime surge como uma uma pluma nos meio dos 3D’s estreantes. Todos os episódios eram ricos em informações. E ver o arrependimento de sua vida passada do protagonista me fez ter empatia pela sua situação. Claro, que temos um Ecchi no anime, porém não prejudica em nada o desenrolar da história. Inclusive, em alguns momentos são até aceitáveis devido ao mundo em que o protagonista reencarna. Óbvio que me incomodou, ter um bebê “tarado” (paciência). Mas, Foi uma excelente surpresa a animação para mim.

A trilha sonora de abertura e encerramento já estão na minha playlist. Não espere muita ação com esse anime, pois não é disso que se trata. O anime fala sobre um adolescente, muito poderoso e convivendo com sua família… Até que mudanças são necessárias pelas suas escolhas, Rudy é o protagonista que foge do Shonen.

Certamente, esperarei sua nova temporada. Vale muito você dá uma chance para esse anime, que nos entrega a beleza do 2D.

Confira o trailer: