Nos últimos meses temos visto e ficado estarrecidos diante de toda a perseguição dr J.K. Rowling, famosa por ser a autora da saga Harry Potter, as pessoas transexuais. A autora já fez de tudo, fez comentários transfóbicos, criou um personagem que se veste de mulher para assassinar pessoas e recentemente divulgou uma loja online que vende produtos considerados transfóbicos. Fico realmente impressionado como uma mulher que escreveu uma das sagas mais famosas do mundo, que barra em suas histórias a luta por igualdade em diversos momentos do livro. Consegue ser tão preconceituosa.

A transexualidade dificilmente esteve presente em debates da sociedade. E mesmo nos dias de hoje ainda gera muita polêmica, no entanto, a visibilidade sobre o tema tem aumentado cada vez mais fora de espaços como a internet.

No Brasil a discussão ganhou espaço na TV aberta quando a rede Globo tratou em duas de suas novelas o tema, cada uma com uma abordagem diferente. Primeiro com a personagem Britney, de Glamour Garcia (A Dona do Pedaço) e depois com Michelly, personagem de Gabrielle Joie (Bom Sucesso).

No cinema o tema já é abordado a mais tempo. Já vimos grandes filmes sobre a temática, alguns até premiados, mas, ainda tem uma questão que permeia a maioria deles: a falta de atores e atrizes transexuais.

Pensando nisso e com o intuito de levar mais conhecimento sobre o assunto, montei uma lista de filmes que abordam a temática e dedico principalmente a J.K. Rowling que pelo visto ainda sofre bastante com a falta de conhecimento sobre as pessoas trans. Lembrando que conhecimento e respeito nunca são demais então todos nós devemos ver essas produções também, até por que, são trabalhos muito bons.

Revelação documentário

O documentário Revelação oferece um novo olhar sobre a representatividade transgênera nos filmes, na televisão, seu impacto na vida americana e a forma com que Hollywood molda nossas ansiedades em relação ao tema.

Transamérica

Prestes a realizar uma cirurgia para mudança de sexo em Nova York, a travesti Bree descobre que tem um filho adolescente e problemático. Aconselhada pela psicóloga a resolver essa questão antes da operação, Bree vai encontrá-lo em São Francisco.

Laerte-se

A cartunista Laerte passou quase 60 anos se expressando e sendo identificada como homem, até que decidiu revelar sua identidade de mulher transexual. Uma das artistas mais reconhecidas do Brasil, Laerte teve três filhos e passou por três casamentos.

A morte e a vida de Marsha P. Johnson

Marsha P. Johnson, a estrela da TV americana e lendária figura do gueto gay de Nova York, conhecida por muitos como a “Rosa Parks do mundo LGBT”. Ao lado de Sylvia Rivera, Marsha foi a responsável por fundar a Transvestites Action Revolutionaries, um grupo de ativistas trans do país.

Girl

Lara (Victor Polster) é uma jovem menina trans de quinze anos, seu maior sonho é tornar-se uma bailarina profissional e com a ajuda do pai, ela busca uma nova escola de dança para desenvolver sua técnica.

Meninos Não Choram

A história da vida de Brandon Teena, uma mulher que escolhe se passar por homem. Ela começa um caso de amor com uma mãe solteira da zona rural de Nebraska e sofre trágicas consequências como resultado da descoberta de sua transexualidade.

Sense 8

narra a história de oito estranhos, os chamados sensates, que de repente começam a “compartilhar um cérebro coletivo” (ou quase isso). Basicamente, eles compartilham sensações, pensamentos e experiências uns dos outros.

Meu nome é Ray

Ray nasceu mulher, mas nunca se identificou com o gênero e se prepara para fazer a cirurgia de redesignação de gênero. Sua mãe, Maggie, tenta encontrar a melhor forma de lidar com a questão, mas a avó homossexual de Ray, Dolly, recusa-se a aceitar a resolução e cria um conflito familiar.