Como prometido, vim falar sobre essa experiência de leitura e indicar essa publicação vencedora do prêmio Eisner (maior prêmio do universo dos quadrinhos).

A HQ lançada aqui pela editora @intrinseca conta a história de Freddy, uma jovem adolescente que se apaixona e começa a namorar uma outra estudante chamada Laura Dean, porém a relação é conturbada e abusiva e isso começa a prejudicar toda a sua vida pessoal.

Laura é alguém que possui uma aura envolvente, é popular, descolada e se comunica bem. Ela só procura Freddy quando quer, vive sumindo, dando vácuo e terminando a relação. Porém sempre a convence a reatar para assim recomeçar o ciclo. Freddy sabe, mas não consegue mudar e sofre por isso.

O enredo trata de maneira sutil e envolvente sobre relações abusivas e dependências emocionais. O roteiro é muito bem escrito e a arte traz uma fluidez a história que torna a leitura muito prazerosa. O quadrinho é preto e branco, mas usa o rosa como contraste e isso torna arte ainda mais linda.

Quem vem procurando uma história sobre um romance lésbico e as dificuldades que o permeiam vai perder a viagem. O fato de serem duas garotas é só um detalhe, a história conversa com todos os públicos. A família de Freddy e quem convive com ela são muito bem resolvidos. Apesar de ter alguma pequenos flashes sobre preconceito, porém não com as duas.

A leitura, foge do que costumo consumir, mas confesso que adorei. Apesar de ser uma história teen, creio que é uma ótima leitura para todos os públicos. Afinal, quem nunca viveu uma relação tóxica? Recomendo demais!