Em 2020 um marco da TV brasileira, chamado MTV, faria trinta anos e finalmente o acervo com as mais de 40 mil fitas que carregam uma boa parte da história da música brasileira tem a chance de ser recuperada e quem sabe disponibilizada no youtube.

Há algum tempo está rolando na internet uma campanha chamada “Eu quero a minha MTV de volta!” que luta pela digitalização deste acervo da emissora no Brasil. Muita gente aderiu a campanha e assinou o abaixo-assinado, inclusive este que vos escreve, comprando a causa e divulgando para geral.

Uma galera tratou a questão como puro saudosismo, um bando de orfãos de uma emissora de TV que pararam no tempo e gostariam de rever as coisas daquela época por pura nostalgia, tratando a campanha como algo sem valor.

Porém, essas pessoas esquecem, ou desconhecem, que boa parte da história da música brasileira passou pela MTV, a emissora revolucionou a TV brasileira, mas também foi um dos elementos mais importantes do cenário musical da época.

Recuperar este acervo é zelar pela história musical do nosso país, o acervo da MTV possui momentos que jamais poderiam ser esquecidos ou perdidos e contam um importantíssimo capítulo da TV mundial. Afinal, por lá passaram diversos personagens e ícones que ficaram marcados para sempre. Shows acústicos exclusivos (sabia que existe um acústico do Roberto Carlos que nunca foi ao ar porque a Globo não permitiu?) , encontros musicais completamente fora da curva, clipes marcantes, festivais inesquecíveis (quem não lembra da bombástica primeira aparição do Racionais no VMB?), entre outras coisas que não merecem ser perdidas no tempo.

Nós não costumamos preservar a história da nossa cultura, infelizmente o Brasil não tem carinho nenhum pelas suas memórias. Sabia que existem diversos discos lançados no Brasil que as fitas masters não existem mais? Enfim, essa campanha criada pelos perfis @amtvquedeucerto, @mtvbrasilmemorias e @diskmtvbr é extremamente importante e relevante, conheça um pouco da história da MTV no nosso vídeo abaixo e assine a petição você também clicando AQUI